Ações Emergenciais

É de fora do estado? Veja como ajudar o Rio Grande do Sul

Muitas pessoas, empresas, organizações públicas e privadas estão interessadas em apoiar o Rio Grande do Sul e o CAU/RS no momento em que enfrentamos nossa maior emergência climática. A seguir, listamos algumas maneiras seguras e eficazes para quem não mora no Rio Grande do Sul poder colaborar.

Contribuições para o Governo do Estado e demais municípios podem ser feitas diretamente via Pix. Doações materiais devem ser feitas nos pontos de coleta oficiais de cada município, que distribui conforme a demanda dos abrigos e mais necessitados.

Veja as chaves Pix para doação e os pontos de coleta no estado

 

Doe água potável! O item essencial para todas as vidas está em falta no estado. Interessados em doar água devem entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone (51) 3120-4255 para organizar o envio do material.

 

Correios

As agências dos Correios nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul (no Rio Grande do Sul, apenas algumas cidades) estão recebendo doações de produtos como água, materiais de limpeza e higiene, rações para animais, roupas de cama, cobertores e alimentos não perecíveis para serem entregues às vítimas. O envio é feito gratuitamente.

Clique para saber mais e ver onde doar

 

Ação da Cidadania

A ONG criada em 1993 pelo Betinho mobilizou a sociedade para a missão de tirar 32 milhões de pessoas da fome e criou um conta especial para ajudar a população do Rio Grande do Sul.

  • Pix: sos@acaodacidadania.org.br

 

CUFA

A Central Única das Favelas (CUFA) é uma organização sem fins lucrativos fundada em 1999 e que desenvolve trabalho social em vários estados do Brasil. Eles tem um canal de doações via Pix para auxiliar na reestruturação das residências atingidas pela água:

  • Pix: doacoes@cufa.org.br

 

Cozinhas solidárias

O site de financiamento coletivo Apoia.se se juntou às Cozinhas Solidárias do MTST para receber doações em dinheiro para amenizar a tragédia no estado do sul do Brasil. A ideia é produzir 2.400 marmitas todos os dias, que serão distribuídas entre vítimas e pessoas que trabalham nos resgates.

 

Rede de Bancos de Alimentos do RS e Bancos Sociais

A Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul foi criada em 2007, com o objetivo de ampliar as atividades do Banco de Alimentos de Porto Alegre, o primeiro Banco de Alimentos criado no Brasil. Para ajudar a população gaúcha, a Rede já disponibilizou à Defesa Civil do estado 100 toneladas de alimentos.

  • Pix: CNPJ 04.580.781/0001-91

 

Grupo de Resposta a Animais em Desastres

Além das pessoas, os animais também são afetados por desastres como esse. Muitos animais domésticos e selvagens ficam presos em áreas inundadas ou isoladas, enfrentando fome, doenças e outros perigos. Saiba mais sobre o trabalho realizado em @grad_brasil.

  • Pix: CNPJ 54.465.282/0001-21

 

Campo Bom para Cachorro

A ONG Campo Bom para Cachorro já resgatou mais de 5,6 mil animais em enchentes no Rio Grande do Sul.

Pix

  • E-mail: ongcampobompracachorro@gmail.com
  • CNPJ: 24.494.672/0001-69

2 respostas

  1. Vi no YouTube um vídeo precisando de pessoas pra está ajudando os animais resgatados Mas bloqueou comentários e não acho opção para entrar em contato com a equipe. Estou disponível para deixar a minha cidade muito longe e está lá pra ajudar até com meu benefício.
    Alguém pode me ajudar na informação ❓

    1. Oi, Missiane! Você pode entrar em contato com os diversos grupos que estão resgatando animais. São muitas ONGs e abrigos nas cidades atingidas. Há alguns hospitais veterinários montados em Porto Alegre (https://www.ufrgs.br/proir/proir-articula-hospital-veterinario-campanha-porto-alegre/) e em Canoas (https://www.canoas.rs.gov.br/noticias/hospital-veterinario-de-campanha-podera-atender-ate-700-animais-resgatados-por-semana/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

Trabalho técnico voluntário de Arquitetura e Urbanismo: tudo o que você precisa saber

CAU/BR destina R$ 1 milhão para ações emergenciais no Rii Grande do Sul

CAU/RS aprova isenção da taxa de RRT

Pular para o conteúdo